November 29, 2013

Perguntas repetidas…

Quem tem estado atento ao blog já se apercebeu que eu não tenho tempo para publicar novos posts mas que vou respondendo às perguntas que me colocam.

Por muito que eu queira ser prestável e esclarecer as dúvidas, acontece que estão constantemente a colocar-me perguntas sobre se pode produto tal ou alimento tal… Existem infinitos produtos alimentares diferentes, com composição variável, de marcas variadas… Eu não sei se pode isto ou aquilo, eu sei o mesmo que vocês:

- O objetivo da dieta é o mínimo de hidratos de carbono /açúcar e gordura

- O foco da alimentação está nas proteínas magras e nos legumes

- Tudo o que for processados tem de ser ZERO açúcar ZERO gordura

- Pode adoçante à vontade

Têm de usar esta informação, junto com a leitura dos ingredientes de cada produto e decidir por vocês próprios se pode ou não pode! E depois ter bom senso para perceber quando é que uma restrição afeta muito a vossa qualidade de vida e a probabilidade de continuarem na dieta…

Boa sorte a todos!

Obrigada,

Rebeca

August 16, 2013

Uma luta para a vida inteira!

Já há muito tempo que ando para vos voltar a escrever…Esta semana entrei de férias e finalmente consegui um tempinho para refletir.

Estava a aprovar e a responder a comentários aqui no blog e um deles despertou a minha atenção:(http://omeuregimedukan.wordpress.com/2012/12/13/nova-receita-perninhas-de-frango/)

“Olá,

Estou neste momento a iniciar esta dieta, o que me diz agora que passou mais de um ano, recuperou o peso perdido ou continua satisfeita.

Estou muito indecisa porque se por um lado dizem bem por outro também já ouvi testemunhos negativos.

Obrigada”

Comecei a escrever a resposta mas calculo que muitos de vós que acompanham o blog e estão a fazer a dieta têm a mesma questão. Por isso aqui fica…

É realmente uma pergunta crítica, e para vos ser sincera não tem sido nada fácil!
Ao terminar a fase de cruzeiro, a 31 de Agosto de 2011, como podem ler aqui no blog (http://omeuregimedukan.wordpress.com/2012/02/04/o-grande-momento-aproxima-se/), fiz a fase de consolidação toda certinha, o que me permitiu manter o peso perdido e voltar a comer de forma mais completa. Foi uma fase ótima, comecei a fazer mais exercício físico e tudo corria pelo melhor!
Terminada a fase de consolidação em Fevereiro de 2012 (como podem ler aqui http://omeuregimedukan.wordpress.com/2012/04/24/e-o-resto-da-vida/) fui “apalpando” terreno, e continuei a fazer 1 dia por semana de proteínas puras e exercício físico…
Eu tenho plena consciência de que continuo a ter tendência para engordar e ainda mais tendência para a gulodice e a preguiça… Por isso sempre soube que embora a dieta tenha sido uma grande ajuda para perder o excesso, nunca seria uma solução permanente, do estilo “pronto como emagreci agora posso comer o que quiser e nunca mais engordar”, infelizmente não existem esses milagres… Por isso tentei-me manter o mais vigilante possível e consegui durante uns meses manter o peso à volta dos 75kg.
No entanto, em Julho do ano passado, fui fazer um mês de voluntariado ao Quénia onde não pude fazer dias de proteínas puras nem cozinhar sem gordura… A alimentação lá é muito rica em feijão, arroz, lentilhas e óleo, e a verdade é que não fiz exercício físico, por isso recuperei 4kg nesse mês… Quando voltei eram férias de verão e bem tentei voltar a fazer dieta rigorosa, porém ter perdido os hábitos certos e ter as tentações mesmo à frente tornaram a tarefa muito difícil… Por isso, conseguia perder 1-2kg mas depois fazia disparates e a balança não perdoava…

Assim iniciei Setembro de 2012 com um peso entre 77 e 79kg (em vez de 75kg), ia determinada a conseguir voltar à rotina e por tudo nos eixos, afinal o que são 3 ou 4 kg comparados com os 17kg que perdi?

Porém não foi tão fácil como previ… Quando fiz a dieta estava a terminar o mestrado na faculdade, tinha tempo para planear e preparar refeições, comia muitas vezes em casa e tinha uma vida pouco stressante. Entretanto terminei o curso e precisamente em Setembro comecei a trabalhar. A nova vida implica trabalhar longas horas, almoçar quase sempre fora, e pouco tempo para o desporto… Ainda assim não desisti! Fui tentando adaptar, arranjei umas barrinhas de cereais para comer a meio da manhã que não tivessem açúcar, fugi de sobremesas e comidas muito gordurosas nos restaurantes e continuei a cozinhar 100% dieta em casa.

Em Novembro outra grande mudança, saí de casa dos pais o que implicou ter de ser completamente autónoma nas refeições, e com o tempo escasso mais difícil se tornou… Com todas estas alterações, e com o Natal pelo meio, cheguei a Fevereiro de 2013 com 79kg. O que embora possa parecer mau, para mim foi uma vitória! Com todos estes contratempos, com toda esta falta de regras e dificuldade em cumprir, consegui não aumentar mais… É certo que deveria ter reduzido, mas vá, pequenas vitórias! Não me posso esquecer que esta é uma luta para a vida inteira!!!

Entre Fevereiro e Agosto (deste ano) a situação no trabalho agravou-se muito, isto é, imenso stress, muitas noites a trabalhar até tarde, nenhum tempo para planear refeições, sempre sempre a comer fora, raras ocasiões para me mexer (trabalho o dia todo ao computador…). Nunca deixei de me preocupar, fui tentando arranjar alternativas. Por exemplo, arranjei um pedómetro para medir os passos e obrigar-me a mexer-me mais e ia a pé para o trabalho sempre que possível. Mas não foi nada fácil! A falta de tempo e a necessidade de relaxar ao fim-de-semana davam cabo da motivação… Tenho tão pouco tempo livre que quando posso, quero divertir-me, quero ir jantar com amigos, quero beber uns copos! Quero tudo menos pensar em dietas…

Por isso o peso não perdoou e na semana passada estava nos 82kg… (+3kg em 6 meses)

Eu sei, eu sei, é triste, e acreditem que me senti frustrada mas no geral tenho de ver isto tudo com bons olhos, passaram 2 anos desde o final da fase de cruzeiro e mesmo com estes disparates todos recuperei apenas 7kg (são menos de 300g por mês).

Algo que convém reforçar é que eu continuei a comer o farelo de aveia (uma das 3 regras de ouro http://omeuregimedukan.wordpress.com/as-3-regras-de-ouro/), vou fazendo tentativas na de não andar de elevador/mexer-me mas deixei de fazer o dia de proteínas puras… Como não estava nunca em casa e não conseguia prever a minha semana tornou-se muito complicado, com a falta de motivação tornou-se mesmo impossível. Por isso eu não posso dizer, “ah e tal eu cumpri tudo à risca e isto não funcionou”, não, aquilo que eu digo é que a vida complica-se e esta luta não acaba, há momentos melhores e momentos piores mas não podemos desistir.

Eu acho que a chave está nos hábitos, se conseguirmos criar bons hábitos deixa de ser difícil abdicar das porcarias e torna-se natural escolher as coisas boas. Eu claramente perdi os meus hábitos, lembro-me muito bem de genuinamente não me custar abdicar do pão durante a dia, e nos últimos tempos isso parecia impossível…

Por isso é que, agora que estou de férias, decidi não perder mais um dia e tomar as rédeas da minha vida e controlar o meu peso!

Vou aproveitar o tempo e a disponibilidade mental deste período para voltar a instituir os hábitos bons, esperemos que consiga perder algum peso, mas mais do que tudo tenho esperança que ao recomeçar a trabalhar em Setembro seja mais fácil não deixar a vida descarrilar. (Cá estaremos para ver!)

Recomecei há 3 dias, não estou a fazer a dieta pura e dura, estou a fazer uma versão soft (algo entre a dieta de consolidação e os dias de proteínas e legumes da fase de cruzeiro) porque quero também fazer exercício físico e sei que se fizesse proteínas puras iria ficar sem energia.

O meu foco é mesmo em recuperar a facilidade em relação às escolhas de alimentos, a sensação de não ter peso na consciência, a leveza de me andar a alimentar bem… Posso-vos dizer, com toda a sinceridade, que nestes 3 dias tenho sentido isso! Tenho sentido que isto não é uma obrigação, é uma escolha, eu escolho o que é melhor para o meu corpo.

Espero que este relato não vos desmotive das vossas dietas!

A verdade é que isto não é fácil, mas não quer dizer que não valha a pena!

Vale sempre a pena lutarmos por uma vida mais saudável e um maior bem-estar connosco próprios.

Prometo que vou dar o meu melhor!

December 13, 2012

Nova Receita – Perninhas de Frango !!

Olá a todos,

Em primeiro lugar, peço desculpa por ter demorado tanto tempo desde o último “Até breve!”, a minha vida pessoal mudou bastante nos últimos tempos e por isso não tenho disponibilidade para escrever… Não se preocupem que eu não engordei tudo de volta! Está controlado =D aumentei cerca de 2kg durante o Verão por falta de cuidado, mas voltei a prestar atenção e tudo estabilizou…

Hoje cheguei a casa, decidi fazer o jantar e como já é hábito, fiz tudo à moda Dukan, ficou tão bom que decidi por aqui a receita:

1 cebola
5 perninhas de frango
1/4 pimento vermelho
1 cenoura
1 courgette pequena ou meia grande

temperos:
1 folha de louro
1/2 pau de canela
piripiri a gosto
sal
paprika

pimenta preta
mistura de ervas finas

Preparação:

Cebola cortada, na frigideira anti-aderente, com as perninhas de frango sem pele, temperadas com sal grosso, paprika e louro
Quando as perningas estiverem douradas por fora, juntar a cenoura as rodelas e o pimento
Temperar com piripiri e por o pau de canela. Deixar cozinhar tapado até o frango estar cozinhado.

Noutra frigideira, por a courgette cortada em pedaços pequenos temperada com sal grosso, pimenta e ervas aromáticas.

 

Espero que gostem!

June 19, 2012

Até breve!

No último post tentei compensar pelos dois meses sem actualizações, porém o tempo voltou a passar sorrateiramente e aqui estamos nós já quase no final de Junho!

Ainda há muito para acrescentar ao blog, várias receitas por escrever, novidades sobre a evolução da dieta cá em casa, etc. Particularmente gostava de ter tido tempo para reflectir sobre as críticas que têm sido feitas ao regime Dukan. Vinda do mundo da ciência, não acredito em dogmatismos acho que se deve analisar várias perspectivas, ser crítico em relação ao que se lê e acima de tudo pensar pela nossa própria cabeça. Daí que me pareça bem partilhar convosco as informações que me chegam, a minha opinião e deixar que vocês próprios retirem as conclusões.

No entanto estes assuntos terão que ficar em standby dado que nos próximos tempos não vou estar por terras lusas e vou-me dedicar ao blog de viagem que, desde já, vos convido a visitar em http://diariodorbicola.blogspot.pt/…

Quanto ao “O Meu Regime Dukan”, este post é um “até breve!” com a promessa de que em agosto voltarão a receber novidades!

No final desse mês fará 1 ano desde que terminei a fase de cruzeiro! Para esse dia espero poder apresentar uma retrospectiva deste ano, alguns dados sobre a evolução do meu peso e algumas lições para os anos que aí vierem!

Entretanto, para os que estão a fazer a dieta, força!, para os que ainda estão na dúvida convido a lerem os posts iniciais que relatam o meu percurso e contêm as melhores dicas!

Aproveitem o bom tempo para umas boas caminhadas ou quem sabe umas braçadas no mar e não se esqueçam de beber muita água!

Até breve!

April 24, 2012

E… o resto da vida?

Passaram-se quase dois meses desde o último post no blog, peço desde já desculpa por este silêncio prolongado… A atribulação do quotidiano levaram a melhor de mim e não me têm deixado espaço mental para escrever o que quer que seja… Mas, para aqueles que já pensavam que se eu não digo nada é porque algo correu mal, aqui vem este post para vos provar o contrário!

Desde que terminei as fases de consolidação que tenho vindo a relaxar as restrições e a viver uma vida alimentar mais “normal”. Verifico com grande satisfação que o meu peso, embora oscile um quilo para cima, um quilo para baixo, mantém-se em torno do mesmo valor! O critério para o resto da vida tem que ser o bom senso, porém nem sempre é fácil, a gula toma conta de nós e é impossível resistir a comer aquele bolo de chocolate maravilhoso ou o balde inteiro de pipocas no cinema! Eu continuo a pertencer ao clube dos 8 ou 80, e acho que isso nunca vai mudar. Neste momento procuro o equilíbrio, quando vou demasiado para o “80” compenso indo para o “8” durante uns tempos…

Quando entrei na mais longa fase da dieta, que é como quem diz “o resto da vida”, fiquei assustada! E agora? Como garantir que todo este esforço não vai por água abaixo? É difícil manter a motivação para ir ao ginásio, complicado resistir para sempre a gulodices e impossível prever o que é a que vida nos reserva… Então comecei pelo básico, por aquilo em que posso confiar. Até agora seguir os conselhos da dieta Dukan permitiu-me ter sucesso e sentir-me bem por isso vou me agarrar às “3 Regras de Ouro“:

1) 3 colheres de sopa de farelo de aveia por dia

Esta não é difícil, continuo a adorar a papa de aveia, quando me apetece algo mais fresco misturo o farelo com fruta e iogurte, e em último caso tenho sempre as bolachas ou as barrinhas. Os benefícios do farelo são tantos que não consigo imaginar uma razão para não o continuar a comer para sempre!

2) 1 dia por semana de proteínas puras – quinta-feira (= fase de ataque)

Esta parece fácil, afinal é só um dia por semana, para quem já fez isto dia sim, dia não, é “canja”. Porém apercebi-me de que quanto mais nos habituamos aos alimentos antes proibidos, tipo o pão e a fruta, mais complicado é abdicar deles, mesmo que seja só por um dia. Então tenho feito um esforço para pelo menos fazer um dia de proteinas puras de 10 em 10 dias, em especial quando não faço tanto desporto ou a seguir a dias de festa. Até agora tem resultado…

3) não andar de elevador

Não vou fingir e dizer-vos que cumpro esta regra. A verdade é que há muito tempo que não subo as escadas para vir para casa… Comecei a ter dores no joelho e não convém forçar. Mas esta regra não fica esquecida! Eu interpreto-a como um conselho para tentar incluir exercício físico no dia-a-dia, e é isso que tenho feito, entre ginásio, natação e andar a pé, sinto que não estou muito aquém das expectativas. De qualquer forma se algum dia deixar de ter tempo ou motivação para fazer desporto, subir escadas fica como plano de “backup”.

Como, até agora, os conselhos do Dr. Dukan não me falharam, decidi confiar nele mais uma vez e cumprir (à minha maneira) as ditas regras de ouro. Mas sempre vigilante! Continuo a pesar-me regularmente, não me assusto com oscilações, mas tento manter um registo semanal para ter noção se estou a conseguir manter… Quanto ao resto da vida, acho que encontrei uma boa metodologia. Quando como em casa cumpro a dieta à risca, cozinhamos sempre sem gordura, com poucos hidratos de carbono, seguindo o repertório de receitas, os iogurtes, fiambres, gelatinas, pastilhas elásticas, etc, são todos de acordo com o regime. Porém quando estou fora, tenho um jantar de amigos ou vou a algum lado tento não me preocupar muito e desfrutar de cada ocasião. Só convém ter atenção para que esses momentos “especiais” não se tornem a regra!

E é assim que eu tenho vivido desde o “fim” da dieta!

Continuamos a inventar receitas, brevemente terão aqui disponíveis:

Pizza Dukan

Almôndegas Tradicionais

Strogonoff de Frango

Peitos de Frango Recheados

Farófias

Sopas

February 29, 2012

Site Oficial em Português

Gostava de partilhar convosco que finalmente surgiu o site oficial Regime Dukan em português:
http://www.dietadukan.com.br/
Agora já podem calcular o vosso peso justo usando um questionário em português. =)

February 20, 2012

“Cozinhar sem gordura? Impossível!”

Quando comecei a falar sobre a dieta, toda a gente respondia da mesma forma:

“Cozinhar sem gordura? Impossível!”

Fossem pessoas mais jovens ou mais velhas, modernas ou tradicionais, homens ou mulheres, ninguém acreditava que seria possível fazer comida **boa** sem gordura.

“Isso sem azeite não tem piada nenhuma” dizia-me a minha “sogra” nos vários jantares durante a dieta.

Ela é o clássico exemplo de uma senhora criada nos costumes das boas famílias portuguesas (neste caso da Cova da Beira) que convivem à volta da mesa, apreciam um bom queijo, um bom vinho e comida tradicional. Ora, quem é português sabe que é muito difícil cozinhar de forma tradicional sem gordura! E ela sentiu o mesmo quando eu declarei que esta minha dieta era muito rígida e que não havia volta a dar.

Nos primeiros tempos eu limitava-me a comer peixe ou carne grelhado, saladinha sem tempero, queijo fresco… A dieta “tradicional”. Eu não me importava pois não queria dar mais trabalho, e as vezes que lá ia jantar a casa não eram assim tantas. Mas ela, no seu instinto de mãe portuguesa, não ficava nada satisfeita de me ver comer tão pouco, tão “mal”… E pouco a pouco foi se aventurando, à sua maneira, na culinária sem gordura… Pouco a pouco as refeições foram-se tornando mais elaboradas e mais saborosas e sempre sem gordura!

O meu namorado já diz com um ar de triunfo: “Estás a ver, mãe? Afinal consegues cozinhar sem gordura!”

E nem o pai se queixa da comida ser diferente…

Ora, das aventuras culinárias da minha querida “sogra” já figuram aqui no blog duas receitas:

“Cogumelos Salteados” e “Tomates Recheados”

Para todas as mães portuguesas (e não só!) que por aí andam e que pensam que isto é “uma loucura”, a minha resposta é esta: Se conseguimos por esta mãe do Fundão a cozinhar sem gordura, vocês também conseguem!

February 18, 2012

Almôndegas Exóticas

Uma receita inspirada no clássico indiano “galinha de manteiga”, para quem é fã de sabores exóticos e intensos aqui ficam as “Almôndegas Exóticas”

As especiarias são nossas aliadas, para além de terem benefícios para a saúde, conseguem tornar qualquer comida banal em algo de maravilhoso!! :)

Já agora, ficam aqui os benefícios associados a alguns dos ingredientes do prato:

Piri-piri

Alimento termogénico, que aumenta a produção de calor corporal e pode acelerar o metabolismo, queimando calorias. É rico em vitamina C e minerais.

Canela

Atrasa a digestão dos alimentos, prolongando a sensação de saciedade; tem propriedades anti-inflamatórias benéficas para a saúde em geral; fonte de manganésio, ferro e cálcio.

Gengibre

Contém moléculas que saturam as papilas gustativas o que permite obter uma sensação de estar satisfeito com menor quantidade de comida.

Paprika

Estimulante natural, com benefícios para a circulação sanguínea e sistema cardiovascular; Facilita a digestão; Fonte de vitamina C;

Cardamomo

Propriedades desintoxicantes; facilita a digestão; benefícios para a circulação sanguínea e sistema caridovascular;

Fontes:

Revista “Sábado” nº406 – 9 a 15 de Fevereiro de 2012

The Healthy Snack Blog

Live Lighter

Live Strong

February 9, 2012

Bom apetite!

Não pensem que as nossas refeições se tornaram aborrecidas!

Temos continuado a variar todas as semanas, só que eu tenho me esquecido de acrescentar as novas sugestões à lista de receitas…

Hoje ficam aqui dois novos favoritos: Cogumelos Salteados e Espetadas de Frango!

E para quem tem andado distraído, a última receita tinha sido da Galinha Tandoori. Muito apetitosa!
Vou tentar actualizar a lista das receitas durante os próximos dias, fiquem atentos!

February 5, 2012

English Breakfast, a melhor maneira de começar um Domingo…

Hoje acordei com uma gula gigante! Nada melhor do que um english breakfast para “matar o bicho”, então fiz a versão Dukan fase de consolidação deste pequeno almoço que tipicamente tem milhões de calorias…

sumo de laranja natural

2 ovos estrelados sem gordura, na frigideira anti-aderente

fiambres de perú, frango e porco magro passados na frigideira anti-aderente (juro que parecia bacon!)

1 pão

1 cenoura ralada para adoçar a boca

café

Soube-me tão bem! A melhor parte é não me sentir culpada depois de “alarvar” à vontade :P

Para quem ainda está na fase de cruzeiro, não fiquem tristes, é verdade que não podem beber sumo de laranja mas por exemplo chá gelado com adoçante é uma óptima opção doce e fresca. O pãozinho também não é permitido, mas não desanimem, experimentem a receita das “panquecas” de farelo de aveia, que se for feita salgada é um bom substituto! E de qualquer forma, a parte que parece mais pecaminosa é a que até é permitida em dias de proteínas puras: os ovos e o “bacon”.

Fica a dica, naqueles domingos de ficar por casa e que só apetece é comer coisas “más” ponham a cabeça a trabalhar e arranjam opções igualmente boas e sem a parte da culpa!

Bom domingo!

Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

Join 246 other followers