Uma luta para a vida inteira!

Já há muito tempo que ando para vos voltar a escrever…Esta semana entrei de férias e finalmente consegui um tempinho para refletir.

Estava a aprovar e a responder a comentários aqui no blog e um deles despertou a minha atenção:(https://omeuregimedukan.wordpress.com/2012/12/13/nova-receita-perninhas-de-frango/)

“Olá,

Estou neste momento a iniciar esta dieta, o que me diz agora que passou mais de um ano, recuperou o peso perdido ou continua satisfeita.

Estou muito indecisa porque se por um lado dizem bem por outro também já ouvi testemunhos negativos.

Obrigada”

Comecei a escrever a resposta mas calculo que muitos de vós que acompanham o blog e estão a fazer a dieta têm a mesma questão. Por isso aqui fica…

É realmente uma pergunta crítica, e para vos ser sincera não tem sido nada fácil!
Ao terminar a fase de cruzeiro, a 31 de Agosto de 2011, como podem ler aqui no blog (https://omeuregimedukan.wordpress.com/2012/02/04/o-grande-momento-aproxima-se/), fiz a fase de consolidação toda certinha, o que me permitiu manter o peso perdido e voltar a comer de forma mais completa. Foi uma fase ótima, comecei a fazer mais exercício físico e tudo corria pelo melhor!
Terminada a fase de consolidação em Fevereiro de 2012 (como podem ler aqui https://omeuregimedukan.wordpress.com/2012/04/24/e-o-resto-da-vida/) fui “apalpando” terreno, e continuei a fazer 1 dia por semana de proteínas puras e exercício físico…
Eu tenho plena consciência de que continuo a ter tendência para engordar e ainda mais tendência para a gulodice e a preguiça… Por isso sempre soube que embora a dieta tenha sido uma grande ajuda para perder o excesso, nunca seria uma solução permanente, do estilo “pronto como emagreci agora posso comer o que quiser e nunca mais engordar”, infelizmente não existem esses milagres… Por isso tentei-me manter o mais vigilante possível e consegui durante uns meses manter o peso à volta dos 75kg.
No entanto, em Julho do ano passado, fui fazer um mês de voluntariado ao Quénia onde não pude fazer dias de proteínas puras nem cozinhar sem gordura… A alimentação lá é muito rica em feijão, arroz, lentilhas e óleo, e a verdade é que não fiz exercício físico, por isso recuperei 4kg nesse mês… Quando voltei eram férias de verão e bem tentei voltar a fazer dieta rigorosa, porém ter perdido os hábitos certos e ter as tentações mesmo à frente tornaram a tarefa muito difícil… Por isso, conseguia perder 1-2kg mas depois fazia disparates e a balança não perdoava…

Assim iniciei Setembro de 2012 com um peso entre 77 e 79kg (em vez de 75kg), ia determinada a conseguir voltar à rotina e por tudo nos eixos, afinal o que são 3 ou 4 kg comparados com os 17kg que perdi?

Porém não foi tão fácil como previ… Quando fiz a dieta estava a terminar o mestrado na faculdade, tinha tempo para planear e preparar refeições, comia muitas vezes em casa e tinha uma vida pouco stressante. Entretanto terminei o curso e precisamente em Setembro comecei a trabalhar. A nova vida implica trabalhar longas horas, almoçar quase sempre fora, e pouco tempo para o desporto… Ainda assim não desisti! Fui tentando adaptar, arranjei umas barrinhas de cereais para comer a meio da manhã que não tivessem açúcar, fugi de sobremesas e comidas muito gordurosas nos restaurantes e continuei a cozinhar 100% dieta em casa.

Em Novembro outra grande mudança, saí de casa dos pais o que implicou ter de ser completamente autónoma nas refeições, e com o tempo escasso mais difícil se tornou… Com todas estas alterações, e com o Natal pelo meio, cheguei a Fevereiro de 2013 com 79kg. O que embora possa parecer mau, para mim foi uma vitória! Com todos estes contratempos, com toda esta falta de regras e dificuldade em cumprir, consegui não aumentar mais… É certo que deveria ter reduzido, mas vá, pequenas vitórias! Não me posso esquecer que esta é uma luta para a vida inteira!!!

Entre Fevereiro e Agosto (deste ano) a situação no trabalho agravou-se muito, isto é, imenso stress, muitas noites a trabalhar até tarde, nenhum tempo para planear refeições, sempre sempre a comer fora, raras ocasiões para me mexer (trabalho o dia todo ao computador…). Nunca deixei de me preocupar, fui tentando arranjar alternativas. Por exemplo, arranjei um pedómetro para medir os passos e obrigar-me a mexer-me mais e ia a pé para o trabalho sempre que possível. Mas não foi nada fácil! A falta de tempo e a necessidade de relaxar ao fim-de-semana davam cabo da motivação… Tenho tão pouco tempo livre que quando posso, quero divertir-me, quero ir jantar com amigos, quero beber uns copos! Quero tudo menos pensar em dietas…

Por isso o peso não perdoou e na semana passada estava nos 82kg… (+3kg em 6 meses)

Eu sei, eu sei, é triste, e acreditem que me senti frustrada mas no geral tenho de ver isto tudo com bons olhos, passaram 2 anos desde o final da fase de cruzeiro e mesmo com estes disparates todos recuperei apenas 7kg (são menos de 300g por mês).

Algo que convém reforçar é que eu continuei a comer o farelo de aveia (uma das 3 regras de ouro https://omeuregimedukan.wordpress.com/as-3-regras-de-ouro/), vou fazendo tentativas na de não andar de elevador/mexer-me mas deixei de fazer o dia de proteínas puras… Como não estava nunca em casa e não conseguia prever a minha semana tornou-se muito complicado, com a falta de motivação tornou-se mesmo impossível. Por isso eu não posso dizer, “ah e tal eu cumpri tudo à risca e isto não funcionou”, não, aquilo que eu digo é que a vida complica-se e esta luta não acaba, há momentos melhores e momentos piores mas não podemos desistir.

Eu acho que a chave está nos hábitos, se conseguirmos criar bons hábitos deixa de ser difícil abdicar das porcarias e torna-se natural escolher as coisas boas. Eu claramente perdi os meus hábitos, lembro-me muito bem de genuinamente não me custar abdicar do pão durante a dia, e nos últimos tempos isso parecia impossível…

Por isso é que, agora que estou de férias, decidi não perder mais um dia e tomar as rédeas da minha vida e controlar o meu peso!

Vou aproveitar o tempo e a disponibilidade mental deste período para voltar a instituir os hábitos bons, esperemos que consiga perder algum peso, mas mais do que tudo tenho esperança que ao recomeçar a trabalhar em Setembro seja mais fácil não deixar a vida descarrilar. (Cá estaremos para ver!)

Recomecei há 3 dias, não estou a fazer a dieta pura e dura, estou a fazer uma versão soft (algo entre a dieta de consolidação e os dias de proteínas e legumes da fase de cruzeiro) porque quero também fazer exercício físico e sei que se fizesse proteínas puras iria ficar sem energia.

O meu foco é mesmo em recuperar a facilidade em relação às escolhas de alimentos, a sensação de não ter peso na consciência, a leveza de me andar a alimentar bem… Posso-vos dizer, com toda a sinceridade, que nestes 3 dias tenho sentido isso! Tenho sentido que isto não é uma obrigação, é uma escolha, eu escolho o que é melhor para o meu corpo.

Espero que este relato não vos desmotive das vossas dietas!

A verdade é que isto não é fácil, mas não quer dizer que não valha a pena!

Vale sempre a pena lutarmos por uma vida mais saudável e um maior bem-estar connosco próprios.

Prometo que vou dar o meu melhor!

4 Comments to “Uma luta para a vida inteira!”

  1. bom dia, estou hoje a começar a minha dieta, e o meu objectivo são perder 10kg, apesar de não se encontrarem muitas receitas em português, e de eu não ser um ás na cozinha vou-me esforçar e espero que consigamos ambas o nosso objectivo. acredito que com força de vontade tudo é possivel!
    Boa sorte

    • Olá Lúcia,
      Muito boa sorte! Não precisa de ser um ás na cozinha, basta boa vontade e espírito curioso para experimentar coisas novas!
      Boa sorte!

  2. Ola Rebeca,
    Sou brasileira e moro na Franca .
    Queria te dizer que descobri seu blog ha poucos dias e gostaria de te parabenizar!
    Muito bem escrito! Nos da vontade de nao parar de ler!
    Me identifico muito com vc e suas palavras. Tenho o mesmo peso que quando vc comecou e meu objetivo eh 75kg tambem!
    Comecei ontem a dieta mas ja a fiz uns 2 anos atrás.
    Desse vez vou conseguir!
    Como vc diz essa eh uma luta para a vida inteira!!!
    Parabens por nos inspirar e motivar!!
    Beijos

    Ana
    (PS: desculpe a falta dos acentos, nao tem acentos no meu teclado americano, lol)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: